Friday, September 12, 2008

Postgraduate research students' conference, frutas, ramadan e job

Hoje teve um evento que foi uma apresentação de vários alunos de Research das diversas faculdades mostrando em 15 minutos de apresentação +5 min de perguntas. Fui assistir algumas, o programa está aqui. Acabei vendo algumas que não tinham nada a ver com TI ou minha área de pesquisa, como uma de "road reallocation", na área de sustentabilidade e outra de Arts que era análise de um filme japonês sob os aspectos culturais comparados com os EUA. Posso dizer que não consegui entender para que vai servir a análise do filme, ou que benefício isso trará para a humanidade, mas não me atrevi a perguntar na sessão.

Tinha uma conferência que queria muito ver que era sobre "Business Process Re-engineering in Saudi Arabia: A Survey of Understanding and Attitudes", quando voltei na hora marcada teve outra apresentação e no final eu fui perguntar para o "feedback and chair" da palestra (o professor que iria fazer perguntas) e ele falou "Bem, ele não veio, ele é muçulmano e estamos no Ramadan (algo tipo Quaresma) e ele não tava se sentindo bem por causa do jejum". Bah, politicamente correto demais para mim, e acho que para qualquer brasileiro ou francês (adorei quando eles proibiram as "burcas" nas escolas), justificar não comparecer a um compromisso agendado meses antes e com impacto imenso (o evento é aberto ao público externo) por motivo de uma prática de religião, se não dá conta de fazer jejum não marque nada para o período se quer mesmo fazer o tal jejum. O McBride acha que o PC (politicamente correto) anda atingindo raias além do razoável por aqui e eu acho que já passou do razoável há muito tempo. Ou segue os hábitos/leis/costumes do país ou manda de volta os muçulmanos todos para os países islâmicos. O Qusai, que senta aqui atrás, tem dias e dias que não aparece e o dia que aparece fica num mau-humor do cão por causa do jejum, ah nem!

Ontem estava lendo uns forums de brasileiros que moram aqui ou que pretendem morar aqui e fiquei pasmo como tem tanta gente que reclama ou xinga ou não entende. Do tipo é outro país, um fala que a comida é péssima, como pode alguém falar isso se aqui tem tudo quanto é tipo de alimento do sudeste asiático, américa do sul, europa e você come no restaurante ou acha no supermercado. Outra coisa foi um procurando requeijão. Tem 500 variedades de cream cheese ou de cheese spread no supermercado. Qual é a grande diferenciação do requeijão?? Não entendo. Uma coisa que é surpreendente aqui são as frutas, nestes eventos (workshop, conference) sempre tem uma mesa de frutas na hora do almoço e eu claro, pego um cadinho de cada um para experimentar. Tem os kiwi docinhos e nada ácidos, tem um melão amarelo que é muito docinho, uvas muito boas, morangos vermelhinhos madurinhos, do tipo, acho que é tudo produzido por aqui, são frutas muito fresquinhas e não tem a cara de "colhida verde e amadureceu depois". Eu penso nestas pessoas que chiam que elas esquecem ou não querem entender que estão em outro lugar e que tem tantas coisas que são tão boas ou melhores do que o feijão ou o requeijão, e que é só o trabalho de experimentar o que gosta e não de ficar chiando. No meu caso pessoal foi café, eu bebia café todos os dias, e não achei café gostoso aqui, então o que tou fazendo? Chá com leite, tem todos os chás que tem na Inglaterra e mais uns exóticos dos asiáticos, tipo chá de aloe vera (tem gosto de loção pós sol), chá branco, chá verde, e por aí vai, mas experimento todos, pelo menos tenho que saber o que não gosto né? O hábito aqui é chá e não café, então fiquemos com o chá, uai!

Outra coisa foi que analisei a oferta de job de uns 2 posts atrás e decidi não pegar esse. Estou com muita atividade do PhD e ainda cheguei atrasado para o semestre aqui, e teria que ir em "horário comercial", algo pela manhã umas 3 x semana, e provavelmente iria me atrapalhar. Comuniquei à moça hoje. Foi muito simpática ela e respondeu com toda a atenção. Dá a idéia que valorizam bastante a sinceridade aqui, expliquei os motivos e ela se deu todo o trabalho de responder e dizer que manteria meu CV para atividades mais para adiante, muito gentil.

3 comments:

TatiLie said...

"Não tem pão?? Coma brioche!"

SaintCahier said...

Eu tenho horror de estranja que já chega chutando o pau da barraca e querendo mudar tudo... acho que você está certíssimo.

Anonymous said...

Solar eneragy is the future for the world.
[url=http://www.solarcourses.org/]solar generators[/url]